Presidente colombiano diz que acordo com as FARC permitiu acabar "vítimas de fábrica"

"Eu posso dizer que estou feliz porque conseguimos, com um acordo realista e sério com o país, acabando para sempre com a fábrica vítimas que foi o conflito com as FARC", disse o presidente colombiano, Juan Manuel Santos.

Presidente colombiano diz que acordo com as FARC permitiu acabar "vítimas de fábrica"

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, destacou na quarta-feira o acordo de paz alcançado pelo governo com as FARC e indicou que permitiu cabar com as "vítimas de fábrica" do conflito ao longo de cinco décadas com os guerrilheiros.

"Eu posso dizer que estou feliz porque conseguimos, com um acordo realista e sério com o país, acabando para sempre com a fábrica vítimas que foi o conflito com as FARC", disse o presidente colombiano em um evento com 1.280 beneficiários de subvenções estatais.

Santos lamentou que a Colômbia "se deu ao luxo, um luxo perverso de perder mais de cinco gerações de jovens, a maioria deles humilde no campo de batalha".

Ele considerou que essas vítimas "deveriam estar dirigindo o progresso de seu país, aprendendo, vivendo, sendo feliz, não empunhando uma arma."

"Não haverá mais morte, nem uma única vítima, em nome do conflito armado com as FARC", sublinhou o chefe de Estado.


Etiquetas: FARC e Colômbia

Notícias relacionadas