EUA cancelam visto de 250 mil salvadorenhos e lhes dão 18 meses para evitar deportação

O Status de Proteção Temporária (TPS) para salvadorenhos foi autorizado em 2001 pelo presidente George W. Bush depois que dois terremotos sacudiram El Salvador naquele ano

EUA cancelam visto de 250 mil salvadorenhos e lhes dão 18 meses para evitar deportação

El Salvador focará "todos os seus esforços" na busca de aliados no Congresso dos EUA para possibilitar legalmente a residência permanente a compatriotas cobertos pelo TPS, que terminará em setembro de 2019, disse o chanceler de El Salvador, Hugo Martínez, em entrevista à Efe.

Martínez, que reconheceu que era "difícil manter essa situação, devido à sua natureza temporária", explicou que, "por ser esperado", o governo tem outras estratégias e a primeira é focada no Congresso dos EUA, onde 135 deputados têm demonstrado seu apoio para "legislar em favor da concessão de residência permanente para aqueles abrangidos pelo TPS - Status de Proteção Temporária".

Atualmente, a legislação dos Estados Unidos não contempla essa possibilidade, por isso seria necessário levar a proposta ao Congresso, onde deveria receber "votos suficientes" para que os 190.000 salvadorenhos possam processar sua residência nos próximos meses.

O funcionário explicou que o Governo de El Salvador iniciou um processo de aconselhamento migratório aos compatriotas que vivem na América do Norte, de modo que eles comecem com os passos para legalizar sua residência permanente.

 

Fonte: EFE



Notícias relacionadas