Panamá e China reforçam cooperação em infraestrutura e transporte marítimo

O sucesso do acordo marítimo assinado durante o encontro entre os presidentes Varela e Xi Jinping em novembro passado foi comemorado na reunião

Panamá e China reforçam cooperação em infraestrutura e transporte marítimo

Panamá, 10 ago (EFE) .- O presidente do Panamá, Juan Carlos Varela, recebeu hoje o ministro dos Transportes da China, Li Xiaopen, em uma reunião que desenhou um "roteiro claro" para fortalecer a cooperação em infra-estrutura e transporte marítimo entre o Panamá e a China.

"Nossa conectividade é o nosso principal ativo e um dos principais motores da nossa economia", disse Varela, reiterando o interesse do ministro chinês Panamá impulsionar projetos conjuntos no âmbito da iniciativa da Strip e Route, informou o Ministério da Comunicação Estado

Varela destacou a ideia de consolidar o Panamá como um centro de carga da região para a China e que haja laços mais estreitos entre o Canal do Panamá e os portos chineses, aproveitando, disse: "o valor agregado de nossa rota marítima".

Na reunião foi celebrado o sucesso do acordo marítimo assinado no âmbito da reunião entre os líderes Varela e Xi Jinping em novembro passado, o que aumentou a competitividade da bandeira panamenha e salva navios que façam escala em portos chineses de cerca de 7,5 milhões de dólares por ano.

Li assegurou que o Panamá desempenha um papel fundamental no setor de transporte marítimo internacional e é um aliado fundamental para a China e mais de 90 países e organizações que aderem à Rota da Seda Marítima.

Concordou com a importância de iniciar projetos de cooperação em assuntos marítimos e, nesse sentido, anunciou que a China concederá bolsas de estudos integrais a estudantes panamenhos para estudar assuntos marítimos e portuários em universidades do país asiático



Notícias relacionadas