UGT celebra 130 anos como o segundo sindicato mais longa da Europa

Os "altos e baixos" levaram o sindicato da organização da defesa, economia, ordem pública ou suprimentos do Estado durante a Guerra Civil à clandestinidade e exílio, uma vez que o conflito terminou.

UGT celebra 130 anos como o segundo sindicato mais longa da Europa

Madrid, 11 ago (EFE) .- A UGT celebra amanhã 130 anos de sua fundação, trajetória que a coloca como a segunda união mais duradoura da Europa e seu secretário geral, Pepe Álvarez, resume em uma frase: "Atrás de cada direito e liberdade conquistada desde 1888 em nosso país sempre houve um ugetista ".

O aniversário começa amanhã em Barcelona com uma cerimônia de abertura na qual a Ministra do Trabalho, Magdalena Valerio, participará da exposição histórica "130 anos de lutas e conquistas".

Esta exposição, à semelhança do livro comemorativo do 130º aniversário, revê os momentos "históricos e opostos" da união, atravessados por "altos e baixos" derivados dos diferentes momentos políticos, mas que não afetaram a defesa dos direitos dos trabalhadores e a melhoria de suas condições de vida.

Em 12 de agosto de 1988, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), o sindicato mais antigo da Espanha, foi fundado em Barcelona em um congresso fundador que aprovaria os primeiros estatutos e elegeria Antonio García Quejido como seu primeiro presidente.

"Os trabalhadores já têm em nosso país as duas organizações que são necessárias para lutar com sucesso por seus interesses: o Partido Socialista dos Trabalhadores e a União Geral dos Trabalhadores", defendeu então o fundador de ambas as organizações, Pablo Iglesias.

A UGT nasceu em um momento de duras condições de trabalho e repressão às organizações de trabalhadores - houve 71 greves gerais e 92 greves parciais entre 1902 e 1905 - embora também tenham ocorrido anos de conquistas, como a lei sobre o trabalho de mulheres e crianças. acidentes de trabalho ou o de descanso dominical, bem como a primeira festa do Primeiro de Maio em 1890.



Notícias relacionadas