• Galeria de Vídeos

Trump nega ter feito comentários racistas contra El Salvador e Haiti

"A linguagem usada por mim na reunião do DACA foi dural, mas essa não foi a linguagem usada, o que foi realmente dura foi a proposta extravagante feita, um grande passo atrás para o DACA", disse o presidente dos EUA, Donald Trump.

Trump nega ter feito comentários racistas contra El Salvador e Haiti

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse hoje que usou "linguagem dura" em sua conversa com senadores sobre a lei de imigração, mas rejeitou referir-se a El Salvador, o Haiti e os países africanos como "buracos de merda".

"A linguagem usada por mim na reunião do DACA foi dura, mas essa não foi a linguagem usada, o que foi realmente dura foi a proposta extravagante feita, um grande passo atrás para o DACA", disse o presidente em sua conta no Twitter, comentando o Programa de Ação Diferido, que protege os jovens imigrantes que chegam nos EUA como filhos.

De acordo com o jornal do Washington Post ontem à noite, Trump chamou El Salvador, o Haiti e vários países africanos de "buracos de merda" e sugeriu que ele preferiria receber mais imigrantes da Noruega ao invés desses países, o que causou uma nova onda de indignação e acusações de racismo contra o presidente.



Notícias relacionadas