Ramil Guliyev, um dos três candidatos finalistas ao prémio de Melhor Atleta Europeu do Ano

O atleta Ramil Guliyev, que estava na lista dos 10 melhores atletas europeus de 2 017, passou à fase seguinte do processo e é agora um dos três candidatos ao prémio de Melhor Atleta Europeu do Ano.

Ramil Guliyev, um dos três candidatos finalistas ao prémio de Melhor Atleta Europeu do Ano

(Transcrição do programa do rádio)

Olá caros ouvintes da Rádio TRT Voz da Turquia, sejam bem vindos a mais uma edição do programa Desporto Mundial.

O tenista espanhol Rafael Nadal, o número 1 do ranking mundial do ténis, continua a somar êxitos. Nadal venceu o seu 61º primeiro jogo desta temporada e conquistou o seu título número 75 em torneios ATP.

A final do Open da China foi disputada entre Nadal e Kyrgios, em Pequim. Nadal conquistou na China mais um título, depois de vencer o seu adversário australiano por 6-2 e 6-1, numa final que durou uma hora e trinta e dois minutos. Em Pequim, Nadal conquistou o seu 6º torneio deste ano e já soma 61 jogos vencidos em 2 017.

O Open da China foi um torneio em que se esperava com curiosidade o resultado final do torneio feminino. A final foi disputada entre duas das maiores favoritas à vitória final, a romena Simona Halep - que recentemente ascendeu ao estatuto de número 1 do mundo – e a francesa Caroline García, que chegou a Pequim depois de vencer o Torneio de Wuhan e numa altura em que ocupa o 5º lugar do ranking mundial. Quando começou a final, os responsáveis do ténis pareciam estar de acordo relativamente à vitória de Halep. E por isso o resultado desta partida deixou muitas pessoas surpreendidas. García acabaria por desafiar as previsões e venceu Halep, sagrando-se campeã no Open da China. Na final, García derrotou Halep por 6-4 e 7-6, num jogo que se alargou ao longo de uma hora e cinquenta e dois minutos. A vitória de García deixou mais uma vez claro que no mundo do ténis feminino, começam a surgir novas figuras a deixar a sua marca.

No atletismo, o nosso destaque vai para Ramil Guliyev, que figura entre os três candidatos finalistas ao prémio de Melhor Atleta Europeu do Ano. Guliyev trouxe para a Turquia a primeira medalha de ouro do país em campeonatos do mundo de atletismo, e essa façanha fez com que Ramil Guliyev, que estava na lista dos 10 melhores atletas europeus de 2 017, passasse à fase seguinte do processo e seja um dos três candidatos ao prémio de Melhor Atleta Europeu do Ano. Os outros dois candidatos são o francês Kevin Mayer e o alemão Johannes Vetter.

Do lado feminino, há também uma atleta turca em destaque: Yasemin Can é uma das finalistas ao prémio de “Estrelas Femininas Europeias em Ascenção do Ano”.

Os vencedores de ambos os prémios foram anunciados no dia 14 de outubro em Vilnius, a capital da Lituânia. O prémio de Melhor Atleta Europeu do Ano acabaria por ser entregue a Joannes Veter.

Das pistas de atletismo passamos agora para as pistas de alcatrão para falar de desportos motorizados, cujos respetivos campeonatos se aproximam do final. No Campeonato Mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton está cada vez mais próximo de ser campeão do mundo pela 4ª vez.

O piloto britânico Lewis Hamilton venceu o Grande Prémio do Japão de Fórmula 1, disputado numa pista com 5 807 metros de extensão, ao longo de 53 voltas. Com este triunfo, Hamilton conquistou a sua oitava vitória desta temporada e a 61ª da sua carreira.

O maior adversário de Hamilton neste campeonato, o piloto alemão Sebastian Vettel, foi obrigado a desistir da corrida no Japão devido a um problema de motor logo à 5ª volta, deixando o caminho aberto para mais uma vitória de Hamilton. Nesta corrida, a 16ª da temporada de 2 017, o holandês Max Verstappen terminou em segundo lugar. A terceira posição foi entregue ao piloto australiano Daniel Ricciardo.

Na classificação geral de pilotos, Lewis Hamilton lidera destacado com 306 pontos. Vettel continua em segundo, mas já bem longe com apenas 247 pontos e em risco de perder o segundo lugar para Valtteri Bottas, que está bem perto na terceira posição, com 234 pontos. Daniel Ricciardo é o quarto da classificação geral com 192 pontos e Kimi Raikonnen é o quinto classificado com 138 pontos.

Com apenas 4 corridas por disputar até ao final da temporada, a próxima corrida, a 17ª do ano, será disputada nos Estados Unidos no dia 22 de outubro.

Continuando no mundo dos motores, destaque para o Campeonato Mundial de Rallys. O piloto britânico Kris Meeke venceu a 11ª prova que se disputou em Espanha. Meeke saiu de Espanha com o troféu de vencedor, depois de completar em primeiro lugar os 312,02 kms da prova espanhola. Este foi a segunda vitória de Meeke. O segundo lugar foi conquistado por Sebastian Ogier e no terceiro lugar ficou o estónio Ott Tanak.

A classificação geral de pilotos do Campeonato Mundial de Rallys está agora assim ordenada: Sebastian Ogier lidera o campeonato com 198 pontos, e tem atrás de si Ott Tanak com 161 pontos no segundo lugar. Thierry Neuville é terceiro logo atrás de Tanak, com apenas menos um ponto, ou seja, 160 pontos. Jari Matti Latvala é o quarto classificado com 123 pontos e no quinto lugar está Daniel Sordo com 94 pontos. A 12ª corrida do ano, a próxima da temporada, será disputada no Reino Unido.

O desporto, para além da superação dos atletas, comporta também uma dimensão de risco, sendo que cada modalidade tem os seus riscos específicos. São raros os atletas que nunca sofreram lesões. O último exemplo disto mesmo aconteceu durante a Volta à Lombardia, em Itália. O ciclista belga Jan Bakelants chocou contra uma barreira de ferro e caiu de um penhasco com 90 metros de altura. O ciclista sobreviveu a este acidente, mas sofreu fraturas nas vértebras, nos ombros e nas costelas.

Termina por aqui o programa de hoje, mas nunca acabará o Desporto Mundial…

Este programa foi escrito por Ali Tansu Polatkan



Notícias relacionadas