Exteriores: "A Grécia feriu profundamente a consciência da nação turca"

O Ministério das Relações Exteriores turco condenou a decisão do Conselho de Estado grego de conceder o direito de asilo aos golpistas do FETÖ

Exteriores: "A Grécia feriu profundamente a consciência da nação turca"

A Turquia reagiu à concessão do "direito de asilo" aos líderes golpistas da Organização Terrorista Fethullahista (FETÖ) que fugiram para a Grécia após a tentativa de golpe em 15 de julho de 2016 na Turquia.

O Ministério das Relações Exteriores disse que o Conselho de Estado grego ignorou as normas legais internacionais e concedeu o direito de asilo ao líder golpista Süleyman Özkaynakçi.

"Desta forma, foi demonstrado perante a comunidade internacional que a Grécia é um país que protege e defende os golpistas. Condenamos firmemente esta decisão que fere profundamente a consciência da nação turca. Esperamos que no próximo período, a justiça grega não repita os erros semelhantes a essa decisão parcial ", expressou o Ministério das Relações Exteriores turco.



Notícias relacionadas